Agentes do Destino – 2011

Posted on Posted in Ação, recomendo, Romance
Pôster: Agentes do destino
O pôster faz a brincadeira com a paisagem de Manhattan, recurso do filme.

Por que assistir a Agentes do Destino? Porque é uma mistura de Matrix, A Origem e Show de Truman, com mais romance. Porque é inteligente, na medida do possível, sem perder as características de entretenimento. Um filme fácil de assistir, mas com conteúdo, o que está ficando raro.

Se você fugiu do cinema para se esconder no banheiro, saiba que: Matt Damon vive um político de carreira promissora que conhece e se apaixona por Elise, bailarina contemporânea interpretado por Emily Blunt. O amor dos dois, no entanto, vai contra os planos do universo, representado pelos caras de chapéu, para os dois.

Tá, e o filme? Quem está no comando? Existe livre arbítrio? Ou somos apenas peões num jogo de xadrez divino? Essa é a discussão que o filme traz, mas de uma forma com que todos podem se identificar, afinal, o que temos no primeiro plano é um romance. Geoge Nolfi compensou suas falhas de direção, que é promissora, mas as vezes, perde a linha, com a adaptação menos paranóica do romance de Philip K. Dick, que tem várias outras histórias no cinema, como Minority Report, O homem Duplo e o cult Blade Runner.

Matt Damon e Emily Blunt dão um up no filme. O casal tem química, contracena muito bem, e torna a paixonite dos personagens verossímil mesmo que eles não se conheçam muito bem na história. Não duvido possa surgir um romance entre os dois atores.

Eu não gostei do desfecho. Além de vir com respostas prontas – e bem clichês – que vão contra os meus conceitos é um momento completamente anti-climax do filme. Esperava uma resolução filmada de forma mais inteligente e que gerasse mais perguntas do que respostas. Sinceramente, encontrar o arquiteto é muito mais legal do que falar com o seu secretário. Ainda assim, a combinação entre ficção científica, romance e ação, faz desse triller uma ótima pedida para o dia dos namorados, agradando tanto os homens quanto as mulheres.

Vale a pipoca? Se você se importa mais com a jornada do que com o destino, Agentes do Destino vale a pipoca.

O que eu aprendi com Agentes do Destino?

– “O futuro não é mais como era antigamente.”
– Livre arbítrio é coisa para político.
– Não acredite em tudo que os anjos te dizem.
– Ex bom é ex morto. E a culpa disso é de Deus.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *