O livro de Eli – 2010

Posted on Posted in Ação

Por que assistir a O Livro de Eli? Porque você gosta de filmes que se passam em cenários pós-apocalipticos com muita ação e um pouquinho de conteúdo, mas bem pouquinho, só uma pincelada de conteúdo mal explorado no meio de várias explosões.

Título Original: The Book of Eli

Se você estava preparando a sua caverna para o apocalipse, saiba que:o Livro de Eli fala sobre um homem que segue uma voz que o manda para o Oeste protegendo “O Livro”.

Tá, e o filme? O filme ronda várias questões muito interessantes, o papel da religião numa possível terceira guerra mundial que destrói o mundo e na reconstrução desse, a fé que, ao mesmo tempo, protege Eli e arranja confusões por onde ele passa, pois há quem queira o livro para o mal, por exemplo. O problema é que o filme nunca entra em nenhuma dessas discussões, apenas as apresenta como pano de fundo para muitos tiros e brigas de faca, a arma de escolha de Eli. E quando decide entrar na brincadeira, o filme ainda nos dá uma lição moral de quinta “a religião é aquilo que fazemos dela”. Isso é o mesmo que passar a mão na cabeça das religiões enquanto um monte de fanáticos se explode tentando provar que o seu deus é melhor. Haja paciência.

Voltemos a Eli, então. Ele é o suposto herói da história, que tem a missão de proteger a única bíblia restante para que seu conhecimento seja divido no futuro, seguindo a tal voz, mas tudo o que ele faz no filme é matar quem cruza seu caminho. Bom, se era essa a intenção do deus que o mandou na missão, seria melhor mesmo que tivessem conseguido o objetivo de queimar todas as bíblias ao final da guerra. Se a religião é apenas o que fazemos dela, acertada foi a decisão de guardar a biblia em meio a tantas outras obras de ficção como fazem no final do filme. Talvez melhor fosse nem tê-la publicado.

Vale a pipoca? nhá! Se tudo o que você quer é ver o Denzel Washington chutar algumas bundas e cortar algumas gargantas num cenário velho oeste apocaliptico, vá fundo. Se você espera um pouco de história, existem opções melhores para o seu domingo.

O que eu aprendi com O Livro de Eli?

– Não importa que o mundo acabe, haja uma terceira guerra e você tenha que matar para sobreviver, contanto que haja uma maneira de carregar seu ipod, você estará bem.

– Aprenda Braille agora.

– Fim do mundo é saber que quase todos os livros foram queimados, mas ainda há Dan Brown rolando por ai.

– “Deus é meu guarda-costas e nada me atingirá”. Era assim que estava escrito, neh?!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *