Fuga para a Vitória – 1981

Posted on Posted in Aventura, recomendo, resenha
Fuga para a Vitória
Michael Caine, Silvester Stallone e Pelé: vai dizer que você imaginou que um dia veria esse trio junto?

Por que assistir à Fuga para a Vitória? Porque é um dos melhores filmes do gênero e tem o Rei Pelé jogando futebol. Precisa de mais motivos?

Título original: Victory

Sinopse: Aliados formam um time de futebol para jogar contra o Time Nacional Alemão em Paris, então tomada pelos nazista. Enquanto o time se prepara, a resistência francesa faz os preparativos para a fuga dos jogadores.

Tá, e o filme? Não vou mentir, a premissa é fraca e o filme tem tom de pastelão, evidenciado por Stallone que vive um americano que não sabe nada sobre futebol, mas vira goleiro do time. Por ser uma mistura segunda guerra com futebol, não vai satisfazer nem quem procura uma película recheadas jogadas maravilhosas, nem quem quer o drama da fuga de um prisão nazista. No entanto, o estilão anos 80, os personagens cativantes e a direção de John Huston são perfeitos para divertir quem tem bom-humor. E se você gosta de futebol, ainda pode babar em alguns lances da última meia-hora do filme (e reclamar que não se fazem mais jogadores como o Pelé).

O filme culmina no tão esperado jogo. Os aliados, cheios de bons jogadores, mas fora de forma, apanham (literalmente) do time Nazista, que não podia perder, uma vez que essa era mais uma propaganda de superioridade do partido. O que é mais importante então, fugir ou vencer? A torcida formada principalmente pela resistência francesa não tem dúvidas: Victoire!

Nesse ponto está a beleza do filme, quando nos mostra a importância do jogo (que é ficcional) para dar uma nova esperança aos aliados. Ironicamente, o papel dos esporte na união de um povo, nos foi muito bem demonstrada na Copa do Mundo de 2006 na Alemanha. Depois de anos “com medo” de demostrar orgulho pelo seu país (em consequência da segunda guerra), os alemães finalmente saíram às ruas agitando suas bandeiras.

Além do rei, o time dos aliados conta com mais algumas estrelas do futebol internaional: Bobby More o capitão da Inglaterra, em 66 quando eles levaram a copa do mundo e o argentino Osvaldo Ardiles, que não aparece muito, mas faz uma jogada incrível.

Vale a pipoca? Não é uma obra-prima, mas é um filme que tem suas doses de ação (nesse caso futebol) e drama. Para muitos fans do esporte, Fuga para a Vitória é o melhor filme sobre futebol. Por essas e outras, vale sim a pipoca.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *