Osama Bin Laden – Shoot to Kill

Posted on Posted in Documentário
Osama anúncia o assassinato de Bin Laden
Osama anúncia o assassinato de Bin Laden

O documentário que reconta a operação americana para matar Bin Laden desde o planejamento até o reconhecimento do corpo mais lembra os mockumentaries (falsos documentários) recentes. Todas as cenas foram reencenadas, muito bem, por sinal, criam tensão, angústia e dão mais realidade aos personagens em pequenos diálogos, como o membro das operações especiais que solta um “Holy shit!” ao descobrir quem era o alvo.

Como peça de ficção “Shoot to Kill” não ficaria devendo nem um ponto de virada às regras de Syd Field. Temos aqui o grande herói, Obama, que deve tomar uma decisão com potencial de mudar o mundo, baseado em presentimento, já que as chances ele mesmo definiu como 50/50. Os ajudantes, a valente equipe de operações especiais que é treinada sem saber quem é o alvo. Além do decrepto vilão. Assassino de centenas de americanos, Osama Bin Laden, escondido, com todo o conforto.

Tudo tão bem feito que é impossível levar a sério. É por isso que o documentário que tem a intenção de responder muitas das nossas perguntas envolvendo a suposta morte de Osama acaba por lançar ao espectador mais dúvidas: como assim Osama não tinha nenhum tipo de segurança? Se ele sabia que ia morrer por que não tentou levar os soldados americanos com ele? Se uma das formas que os soldados usaram para reconhecer o falecido foram fotografias para reconhecimento, por que nenhuma fotografia oficial saiu?

Sim, seria de extremo mal gosto lançar na internet um vídeo com o corpo de Osama Bin Laden sendo queimando ou qualquer coisa do tipo, e isso igualaria os militares americanos aos terroristas os quais combatem, mas não liberar nenhuma prova concreta ao público. Pior ainda, saber que Obama fez seu pronunciamento antes mesmo de ter os resultados do teste de DNA tivessem confirmado que aquele era Bin Laden? E afinal, de onde os militares americanos tiraram DNA de um parente próximo de Bin Laden?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *